Ricardo Alves Lopes (Ral)

Quem sou

Sou o Ricardo Alves Lopes, mais conhecido por RAL, entre os amigos, nasci em 1987, no concelho de Santa Maria da Feira, despido de pensamentos e lavado em lágrimas – como se quer, numa criança saudável – todavia, com a desenvoltura dos anos a multiplicarem-se, fui vestindo objectivos. Calçando metas, sempre no aconchego de Ovar, cidade que em tenra idade adoptei, ombreado pelos meus pais.

Ainda muito miúdo, empossei-me no desporto, mais propriamente no basquetebol, na Ovarense, e saí com as primeiras medalhas e vitórias. Com isso, alavanquei-me para o Turismo, na escola Profissional de Turismo (ESPE), desenvolvi competências de comunicação e promoção, que tão bem foram alicerçadas nos part-times em bares, para caprichos e estudos. Daí movi-me para uma nova paixão, tinha nome estrangeiro, linhas diferenciadoras, uma visão atraente e uma missão quente. Era o Marketing. Escrevi-lhe cartas de amor, nas pautas do IPAM, e fiz-me gestor, em 2011. Acelerei para o meu futuro, numa empresa de automóveis. Uma paixão que, com palavras doces e trabalhos meigos, fez carreira.

Não obstante desta relação duradoura, que criei, senti que podia saltar a cerca e fazer amor fora da caixa – sem desrespeitar o afecto antigo. Impulsionado pela minha namorada e beliscado por um amigo, comecei a escrever, a amarrar-me às palavras num blogue meu – tempestadideias.wordpress.com –  e o futuro desenhou-se. Ou escreveu-se. Foram artigos para o complemento online do Público, o P3, convites para escritas constantes, um espaço mensal no Jornal de Estarreja, artigos assinados no jornal da minha terra e numa revista cultural de Braga.

Tornei-me mais feliz, fazendo mais aventurado cada pedaço meu. Senti o crepitar do sangue nas veias, a vontade de fazer futuro, o que fez com que se afirmasse o passo seguinte, em conjunto com as Edições IPAM: ReALidades, o meu primeiro livro.

Assim, eu não sou isto, nem aquilo. Já fui tudo o que vos contei e poderei ser tudo o que me deixarem ser, tudo o que almejar conquistar e tudo o que vento me faça acariciar!

Contacto

Qualquer sugestão de tema, apreciação, ou qualquer outra abordagem que pretendam fazer, de uma forma mais anónima, não hesitem em enviar um e-mail. Reservo ainda o direito de reclamação de direitos de imagem, aos proprietários de algumas fotos que retiro da Internet.

Aqui fica:

ricardoalopes.lopes@gmail.com

Anúncios

22 thoughts on “Ricardo Alves Lopes (Ral)

  1. Olá menino 🙂 dcpa mas so hoje olhei para isto com atenção..e tenho que te dar os meus parabéns..gosto!!! Tens jeito para isto..escreves bem, mas o mais giro é que consigo facilmente imaginar o jeito com que dizes as coisas que escreves…mt próprio, mt teu!! bjinho

    • Olá, menina Mafalda 🙂

      Não tens nada que pedir desculpa, pelo contrário, eu é que tenho que agradecer por hoje teres gasto algum do teu tempo a ler! É muito gratificante para mim que leiam e gostem. Quanto ao meu jeito, peculiar digamos, fico contente de saber que também aparece na escrita! Uma vez mais, obrigado! Espero continuar a ser merecedor desses elogios 🙂 beijinho

  2. Caro Ral,
    Foi com muito apreço que li e reli, as várias interpretações que fazes do nosso quotidiano, pelo que GOSTEI, GOSTEI MUITO…

    Para além de toda a categoria da escrita, louvo teu conteúdo ideológico.

    Grande Abraço, e por favor continua….

    Ascendino Silva

    • Amigo João,

      Não imaginas o enorme prazer que é receber um comentário elogioso de uma pessoa que tenho em tanta estima e que se movimenta de forma tão meritória no campo das artes.

      Prometo continuar, porque mesmo não me sendo indiferente nenhum dos enormes elogios que tenho recebido o que mais prazer me dá é diariamente libertar um pouco de mim para estas linhas de texto. Este blogue começou por puro egoísmo, se com isso ainda tenho conseguido receber elogios não vejo como posso parar.

      Um muito obrigado a ti e a todos os que me têm apoiado.

      Grande abraço

  3. Meu caro amigo RAL…

    Gostei imenso da tua simplicidade editorial, e clareza de texto.

    Continua, parece-me, na minha humilde opinião, que estás no bom caminho.

    Abraço
    Sandro

    • Amigo Sandro,

      Pego no teor do teu comentário para, humildemente, agradecer a clareza do teu elogio. Um muito obrigado.

      Escrevo acima de tudo porque tiro dai prazer, mas estes comentários ainda me dão mais força para não parar. Para diariamente ir realizando mais um bocadinho de um sonho recôndito, que com este blogue fica mais à tona.

      Abraço

  4. Dá gosto a forma como escreves,dá gosto ler tanta verdade e à qual me identifico com cada texto, com cada paragrafo e até mesmo com cada palavra (algumas tive de ir ver ao dicionário para identificar o significado)….mas não será um mero acaso.

    Um grande abraço amigo RAL

    PS: pena apenas ter tido o privilégio de encontrar este cantinho tão teu, mas já sabes como é, ando sempre uns dias/meses atrasado

    • Grande Paulinho, é tão bom receber comentários desses!!

      Não te assustes por ires ao dicionário, eu para escreve-las também vou várias vezes 🙂

      Não estas atrasado, primeiro porque ainda vais muito a tempo e depois porque espero que isto seja apenas o início. Sabe-me tão bem escrever, partilhar aqui, que espero tudo fazer para por aqui continuar.

      Grande abraço, amigo!

  5. Boas amigo RAL, tenho seguido e lido com atenção tudo o k escreves neste blogue…. Parabéns amigo, por partilhares ideias, sonhos, opiniões, ou puros pensamentos, que nos ocorrem a todos no nosso dia-a-dia….. O que mais me fascina na tua escrita, é que me identifico com muito daquilo que escreves… Continua que estás no bom caminho….. reparei que gostas de ler, humildemente, vou-te aconselhar um livro caso ainda não o tenhas lido…….. “Eram os Deuses Astronautas”, de Erich von Däniken…… é um livro k dá que pensar, e poe em causa muita coisa….. ou seja é polémico….. Abraço miudo, não mudes nunca….. Continua….

    • Grande Dakota 🙂

      Obrigado pelas palavras e elogios, é importante para mim esse tipo de feedback, dá força… e muita! Escrever é acima de tudo um hobbie, um grande prazer que tenho, se com isso chego às pessoas, por muito que goste de palavras, é impossível descrever a sensação!

      Quanto ao livro, confesso que desconhecia, mas já tomei aqui uma nota para o procurar! Acredito que vou gostar muito, até porque agora estou a ler um que põe em causa a psiquiatria e estou apaixonado. Essencialmente pela forma como levanta questões, sobre coisas que assumimos como verdades absolutas!

      Uma vez mais, muito obrigado, amigo!

      Um grande abraço

  6. Muito bem Ricardo… palavras simples, bem escritas e que dizem muito…. só ao olhar bem para a tua foto te reconheci, como cresceste…. (sim, pk eu era amiga dos teus pais qdo trabalhei na philips com a tua mãe, a Emilia).

    desejo-te as maiores felicidades e tudo de bom

    continua

    beijinhos

    Marisa

    • Obrigado pelas palavras de elogio, Marisa. Tenho memórias desse tempo, mas confesso que me é difícil associar caras, mais ainda nomes. Contudo, é com agrado que falarei da Marisa a eles.

      Uma vez mais, obrigado pelos elogios e desejos. Faço votos que tudo corra bem, também.

      Beijinhos

  7. Boa tarde Ricardo!

    Vim parar ao teu bolg, por sugestão de um amigo. A dizer que recebo as tuas publicações no meu mail e, sempre que posso vou lendo. Deu para perceber que são vários os assuntos que te interessam, bem como a mim.
    Sou de Aveiro e queria apenas dar-te os parabéns, não só pelo blog, mas por todas as atividades que tens desenvolvido e pela carreira promissora que tens pela frente. Espero que continues e que não percas nunca a inspiração que não te tem faltado, porque o conhecimento, esse é vasto.

    Não sei bem de que forma, mas inspiras-me!

    Abraço!

    • Olá,

      Muito, mas mesmo muito obrigado por este comentário. Não me alongarei numa grande resposta a um comentário que foi imenso, mesmo sem muitas palavras. Quero apenas reforçar este agradecimento. As palavras fazem sentido para mim, mas quando vêm dos outros, como setas apontadas a mim, fazem-me sorrir e sentir-me mais confiante. Obrigado! E um grande abraço!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s