Pessoas especiais

Pessoas Especiais

Todos os grandes momentos são difíceis de decifrar.

Temos em nós, por norma, coisas que desconhecemos até nos depararmos com elas. Seja coragem, entrega, amor, saudade, respeito, admiração, força ou o que for, há sempre algo em nós que se prolonga silencioso, escondido em cantinhos recônditos, à espera do momento próprio para se libertar.

Eu sou uma dessas pessoas, cheia de coisas escondidas. Escondidas de mim, não de vocês. Mais do que ninguém, procuro saber o máximo sobre mim, conhecer-me, ter noção de como reajo a determinadas circunstâncias, mas chego sempre a uma conclusão: sou diferente todos os dias.

Não vale a pena tentar lutar contra isso ou tentar percebê-lo melhor do que é possível. Sou diferente todos os dias, serei diferente todos os dias da minha vida. Vivo situações repetidas, que o tempo já me havia trazido, e reajo de forma diferente, o que me permite ver que sou diferente. Vou ser sempre diferente, porque as pessoas me fazem diferente. As especiais.

Tenho um certo orgulho nisso. Sofro mais, penso mais, mas também vivo mais. E ter uma existência monótona, pautada pela calmaria que me permita passear entre os pingos da chuva, sabendo que nunca gritarei ao vento, em lágrimas, amo-te, mas que também nunca me molharei, na verdade, não me cativa. Não sofreria, não estaria sempre a pensar onde me posso desafiar e arriscar, de que forma posso fazê-lo, mas também não viveria a adrenalina, o êxtase, de não saber se sou capaz de ultrapassar os meus limites.

Tenho medo do futuro, sempre tive, mas quando sinto que no presente luto por ele, amenizo-me de desesperos e aguardo que ele chegue. Posso não o vencer, posso não o conquistar, mas também saberei que ele nunca me derrotará. Uma coisa é perdê-lo e pensar como teria sido, outra coisa é perdê-lo e pensar: tentei. Não fui capaz, mas tentei.  Mostrei tudo o que podia mostrar, dei tudo o que podia dar-

Não lhe permitirei que me roube o dia de hoje. E é isso que me alegra. Tenho medo do futuro, em casos do presente, mas batalho contra ele procurando ser o que sou. E como nunca sei o que sou, a cada dia sou o que o sopro da minha vida me diz que seja. Hoje sou um homem apaixonado. Pela vida, pelo amor, pela amizade, por tudo o que me preenche. Só assim posso agradecer tudo o que me aparece, fosse ou não o que eu desejava para aquele momento. As provações fazem parte da vida e necessitamos lutar com elas e contra elas, par daí partirmos a rumo do que desejamos.

Agradeço a todos os que me fazem quem sou, hoje, ontem, mas também amanhã. Há pessoas especiais.

3 thoughts on “Pessoas especiais

  1. Pingback: Pessoas especiais | O Retiro do Sossego

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s