Miguel Torga

Ouvir e ver um documentário sobre o Miguel Torga, na aspereza dos seus pensamentos, faz-me pensar que, como em todos os grandes casos, as apoquentações de um português sentido passam sempre pelas mesmas coisas.

As governações aquém do que se deseja, os provincianismos de intelectuais bacocos que se assumem, tantas vezes, como os criadores dos pensamentos que devem ser seguidos. Ele era ibérico, e isso, só por si, já tantos trabalhos lhe causava. Gostei de ver e ouvir. Há mais a ser lido.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s