Dia da mãe

Tenho escrito imensos textos para os meus pais. Todos são justos, todos são poucos. Hoje é dia de escrever mais um, mas não me vou alongar. Palavras são bonitas, mas não devem ser gastas – por muito que não devam ser escondidas. Hoje, no dia da mãe, vou diminuir o tamanho do texto, resfriar a ânsia de traduzir tudo o que sinto e prolongar um beijo, apaixonado e agradecido. Não sei o que é ser pai, sei o que é ser filho. Mas é graças à mãe e ao pai que tenho, que sou feliz de ser filho.
Feliz dia da mãe, minha mãe. E feliz dia da mãe, meu pai. Qualquer dos dias, para mim, será sempre repartido pelos dois. São incríveis sozinhos, mas fazem-me tanto sentido juntos. Obrigado!

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s