Novas vidas

Nasce uma fresta de luz, um rasgo limpo do nunca antes navegado, puro como uma flor sem primaveras.

Vem sem passados, mas cheio de futuros. Tudo será primeiro, estreia. Que boas são as estreias, as adrenalinas que a vida vai roubando à medida que tudo fica costumeiro e que, mesmo quando não fica, já não olhamos de igual maneira. Mas agora não, um passo é uma estreia, um aceno uma loucura e uma palavra a imensidão do mundo!

Sopros de choro ternos, amaciantes do ego de pai como escovas macias de pelo brando. O olhar a furar da pele estimada e as lágrimas a fruírem, a saltarem a esteira do olho com a alegria que um dia experimentarei. Cada movimento assusta, sabendo que ele precisa do dobro dos cuidados, para alcançar o dobro da felicidade. Toda a felicidade até ali vivida, mesmo que muita, tem que ser pouca para a que virá para ele. É um raio de luz. E um raio de luz está destinado ao amor e a iluminar. A vocês, eu sei que já iluminou. Mas ainda vão sorrir mais, quando eles vos puder dizer que também vocês o iluminam.

Grande abraço e parabéns, companheiro!

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s