Igual não dá

Não são odores, não são experiências, não são sensações tampouco. É só, se é que existe um só, a vida que nos ateia, que nos desperta com o bom e o mau.
Ando bambo, cambaleante, errante, à procura do que é certo, do que é o caminho que deve ser percorrido. Para a frente, para trás, de viés, para esquerda e para a direita. Sempre à procura e com dúvidas. A esquerda é, agora, tão boa, para daqui a nada já ser tão enfadonha, o mesmo com a frente e o outro lado, os outros lados.
A vida tem tantos lados, tantas arestas e curvas, mas nenhuma é certa. A vida não é sempre igual. Poderia, portanto, ser lá eu sempre igual.
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s