O meu agradecimento

1382306_10200936259344917_72399096_n

Quero acreditar que não me escapou ninguém, que a todos agradeci. A tarefa de dar os parabéns está facilitada pelo Facebook, mas não mandarei boquinhas a isso, ou não fosse eu, constantemente, um dos salvados por ele mesmo.

Agradeci individualmente, porque todos me deram os parabéns individualmente. Faz-me sentido.

Foi bom durante o dia passar a conversa por todos os grandes amigos, por todas as pessoas que fazem de mim quem sou. O telefone apitou com o indicativo de Angola, de sítios da Grã-Bretanha, de Dublin a Londres, para não esquecer os ares de França. É assim, hoje já não podemos viver sem Roaming. O nosso coração palpita em muitas partes do mundo, pum, pum, são as saudades. São amenizadas nas palavras, mas só lá para o Natal lhes darei um jeito completo, com fortes abraços e mesas de amendoins e tremoços, regadas a uma boa cerveja das que só se faz em Portugal.

No final do dia, mesmo não ligando ao dia, senti-me abençoado. Não foi um dia extraordinário, foi com trabalho, amor, amigos e família, como no fundo são todos. E isso é a maior prenda que tenho. Ser feliz em todos os dias, até nos mais infelizes. Eu sou sempre eu e vocês são sempre vocês, e só por isso agradecerei toda a minha vida.

Obrigado a vocês, aqueceram um pouco o meu dia de inverno. Enfim, fizeram de um dia de chuva uma tarde de agosto no Algarve. E isso não tem preço. Obrigado!

Ral

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s