Oh Deus, como o português é bom freguês.

deus, português, freguês

Repentinamente, numas vontades que o destino adivinha e não avisa, como se toda a firmeza do mundo lhe coubesse, chegam-me umas auras de felicidade que não sei explicar. Jamais serei capaz de expor a felicidade, quanto mais esta oblíqua e, aparentemente, desconexa, que me fura pelo peito e desagua no sorriso.

É bom de mais. São uma espécie de umas cócegas que se rompem nas solas dos pés, para nos deglutir o corpo todo numas tremuras tão boas, tão abichanadas. Ficamos assim meios tontos, meios em busca de uma explicação que não tem explicação e que, por isso mesmo, nos deixa mais e mais alegres, bem-dispostos, resplandecentes. Isto de viver nem é tão complicado assim, quando a sorte está do nosso lado, a modos que sem explicação. Cai do alto do ceptro do céu, do infindo do paraíso, para nos afagar sem aguardarmos.

Eu registei o momento neste pedaço de papel virtual. Foi a minha forma de agradecer esta alegria circunspecta a um momento inócuo, que me fez perceber como sou feliz de ser vivo. E de viver, claro.

Para além disso, tive umas ideias que me deixaram entusiasmado. Se calhar, foram essas ideias que me deixaram assim, que me refrescaram a alma, mas como bom português que sou, acho por bem agradecer ao divino. Pois se corre mal, cá estamos para nos crucificar; pois se corre bem, cá estamos para agradecer a deus. É assim, importante é nunca termos mérito. Somos, enfim, bons fregueses de deus. Desculpamo-lo do mau e acusamo-lo do bom.

Ral
http://www.bubok.pt/livros/6257/Realidades

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s