Mulher trocada

534049_10200783757372463_1558246882_n

Arrojando as falas no ímpeto que acolhe,
Refuta-lhe cada argumento e ela encolhe.
Debruça-se sobre si e diminui-se.
Ele enche-se, cresce-se.

Fala-lhe de sábado e das cismas,
Diz que são prismas,
Que eram amigas e conhecidas, nada grave.
Que, na verdade, ela quer é amor na cama ou na cave.

É-lhe frio nas palavras e dizeres.
Não os conheço, mas ela está cheia de sofreres.
Não me agrada o estilo dos óculos reluzentes. Maltrata-a.
Refere o sexo e com isso retracta-a.

Enquanto leio o meu Saramago, no Evangelho de Cristo,
Tenho que estar a aturar isto.
Pois, se querem terminar,
Melhor escolha seria outro sítio onde estar.

Aqui, é um café, uma esplanada,
É lá sítio para esta tagarelada,
De uma mulher apaixonada,
Que sabe que vai ser trocada.

Ral
http://www.bubok.pt/livros/6257/Realidades

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s