Quanto vale um sorriso?

sorriso, mundo, fortuna

Um sorriso gela o mundo. Pára a respiração de alguém, bloqueia os desprazeres da existência.

Vivemos sedentos de sorrisos, como vivemos sedentos de tudo e tudo. Com tudo, quer-se sorrisos. Sorriso é o bem mais caro do mundo, ao mesmo tempo que é o mais barato. Um sorriso não custa dinheiro, mas vale uma fortuna. Uma desmesurada fortuna. Um rico que não sorri é um pobre; um pobre que sorri é um pouco mais rico.

O que é, afinal, um sorriso? É a partilha de dois mundos, a certeza que a vontade e o desejo de alguém atingiu o outro no fulcro. Só não sorri quem não tem mundo para partilhar. E, quem não tem um mundo para partilhar, é pobre.

O dinheiro do sorriso tem outras formas, pode ser feito de piada, de simpatia, de prazer ou de simples alegria. Uma alegria simples é uma fortuna sem conta bancária. A labuta do dinheiro é na cata do amor, na procura dos sorrisos. Quando lá se chega e se destruiu o caminho, o dinheiro virou uma pobreza. O sorriso é para ser dado e oferecido, é para ser um presente. Afagam-me o coração e eu ofereço um sorriso, mas ofereço um sorriso sincero, um que me rasga o rosto e eu nem penso se vai mostrar a cárie destratada.

Dinheiro por dinheiro é desamor, é falta de mundo para partilhar. Um sorriso não enche bolsos, mas acalenta até o estômago. Não mata a fome, mas alimenta.

Sorrir é fazer o mundo girar. E não é caro. É barato para as sensações que transporta!

Ral
http://www.bubok.pt/livros/6257/Realidades

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s