Estou ao teu lado!

por do sol, praia, final de semanaÉ quase trivial começar a semana a escrever sobre o início da semana, mas é isso mesmo que me apetece. E é isso que farei.

A semana que já se colocou na estante das recordações, a passada, portanto, teve coisas boas e más, teve escolhas acertadas e outras que mudaria por tudo, o que fez dela uma semana que se explica como comum. Sem êxtase em constância e sem erros em sucessão. Teve das duas coisas, com a certeza que tenho coisas a melhorar em mim. Com a certeza que vou melhorar coisas em mim. Não sou sempre o mesmo, tendo a ir-me moldando ao passar dos anos, ao crescer das experiências. Por vezes, não raras, caio em campos comuns, em erros que já cometi e voltei a habitá-los. Não é isso que eu quero. Sempre disse que gosto de cometer erros, pois são a prova do arrojo, a exposição da minha tentativa de melhorar, mas existem erros e erros, situações e situações. Existem substâncias que não pretendo repetir, mágoas que não quero recordar. A minha existência é feita de pessoas e compete-me preservar as que mais me dizem, as que fazem o meu coração estalar como pipocas no lume. As pessoas que me fazem ter impedimento de compreender vidas infelizes, mesmo não tendo tudo o que desejo, mesmo vendo ruir partes do meu país, mesmo vendo esgotarem-se as oportunidades. Felicidade é mais do que isso, ainda que passe por isso. Felicidade é o vento a bater, a bater como sempre bate, mas a atribuir-nos uma nova experimentação. Feliz é quem sente o vento bater e bater, vezes sem fim, e em cada uma dessas vezes sente o mundo a girar de maneira desigual, a respirar de um jeito díspar.

Feliz é quem encontra a diferença na rotina. E eu terminei a minha semana a respirar um ar distinto, como uma segunda oportunidade para más decisões que não pretendo repetir. Por isso, por ter essas pessoas na minha vida, sou feliz mesmo com todas as minhas complicações! Esta semana começa na lembrança de todos os que me fazem feliz, com um beijo especial em alguém que não se superioriza nem se reduz, que se coloca ao meu lado. E lado a lado é bom. Não interessa ir à frente se não falamos com os de trás, não adianta ir atrás se não chegamos aos da frente, pouco importa estar em cima se perdermos a capacidade de encontrar a beleza nos que estão em baixo. Por tudo isto, ao lado é que é bom. E eu estou ao teu lado!

Para encomenda de livros, sem portes: ricardoalopes.lopes@gmail.com

Para compra directa: http://www.bubok.pt/livros/6257/Realidades

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s