À procura da inspiração

inspiração, ideias, motivação, criatividadeNão é fácil ter ininterruptamente coisas novas, cheias de novidade, para dizer. A motivação rareia quando sentimos que nos ficamos a secar por dentro, quando parece que já não temos nada de novo para dizer. Pior, quando dá a parecer que as coisas boas já foram feitas pelos outros, que nós só temos para onde piorar o que os incríveis já fabricaram.

Eu não sou muito incrível, nem espectacularmente primoroso, mas tenho este blogue e alguns sítios para onde vou escrevendo e ainda outros para onde queria escrever, e isso dá-me um trabalho danado. Preciso sempre pensar em coisas que não sejam reditas. Eu sei que nem sempre lêem o que eu escrevo, o que me dava facilidade de repetir algumas substâncias, com uma espécie de travestismo, que poderiam não notar. Porém, que motivação isso me legaria? Que acesso de vontades de continuar isso me traria?

Ficaria vazio das sensações boas que me fazem escrever todos os dias. Eu tenho alegria em grafar, contudo a alegria não é a dos dedos a baterem nas teclas ou a pressionar no plástico da caneta. O prazer, aquele bom que sufoca e geme, é o de inventar coisas novas, que sejam sempre novidade. Pode nem sempre ser novidade para vocês, não obstante, para mim são. São muito novidade. São frases, assim todas seguidas, feitas de palavras, que nunca antes eu havia escrito. E isso inspira-me a criar outras. Dá-me uma vontade eufórica de não parar e procurar mais. E mais. E mais. Assim, sem parar. Escrever e escrever.

No fundo, estes parágrafos de frases de estreia, que nunca foram escritas, servem para dizer que a minha inspiração é a repetição. Não a repetição das ideias, que essas gosto que evoluam. É a repetição do acto, a repetição da necessidade de inventar. Isso é a inspiração. O trabalho inspira. As ideias boas são como os balões coloridos das feiras, bonitas mas efémeras. Basta um parvo de agulha que elas rebentam logo, basta esquecer que esvazia. Assim, a modos que em desabafo, queria dizer que me inspiro no trabalho. Quanto mais trabalho me dá uma ideia, mais ideias ocorrem. Blocos e trabalho são primos, são amigos da criatividade, família da inspiração.

Para encomenda de livros, sem portes: ricardoalopes.lopes@gmail.com

Para compra directa: http://www.bubok.pt/livros/6257/Realidades

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s