Um pequeno grito venezuelano

 

CANCILLER DE VENEZUELA NICOLAS MADURONão se mudou tudo, mudou-se pouco. Deu-se aso à continuidade, porém com ligeiras diferenças. A força de Chavez diluiu-se no seu sucessor. Nem o passarinho e as ameaças de feitiços o fizeram ser unânime.

O pequeno grito surge pela estreita diferença de votação, entre o chavismo e a oposição. Caprilles, o líder da oposição, que já nas anteriores eleições aumentou a popularidade, fez Maduro suar, suar a bom suar. Ele, inclusive, ainda está pouco convencido dos totais, que se dizem irrevogáveis. Afirma, pelo Twitter, que só aceitará esta votação depois de toda a recontagem dos votos. Recontagem que, a bem da verdade, tenho algumas dúvidas que venha a suceder. Não obstante de tudo isto, desde que há memória do aparecimento rompante de Chavez, até ao seu desaparecimento, que jamais se pensou em tão renhida luta. Sinal, óbvio, que o povo começa a gritar a sua opinião, sem tantos receios. Foram ameaçados com feitiços e sodomizados com passarinhos faladores, com a voz do Chavez, a lembrar as fábulas dos tempos idos, e nem assim se ficaram. Gritaram, quase ao confim do histórico.

Para além de tudo isto, diz-se que Maduro é mais brando que o Chavez, mais aberto a diálogos. É fã do Hindu, tocou numa banda rock, admitindo a sua admiração por Mick Jagger, e conduziu autocarros até 1992, quando conheceu a sua mulher, Cila Flores, na altura defendendo a saída da prisão de Chavez. Desde aí, virou-se para a política e tornou-se o melhor amigo do líder bolivariano, agora defunto.

Se continuará a política de Chavez? Acredito que sim, todavia cada pessoa é uma pessoa. Pessoas são diferentes. Assim, veremos qual a diferença que o pautará. Mais brando? Mais tecnocrata? Não há como saber, o tempo, todo sábio, acabará por nos responder a isso. Até lá, prevemos que os venezuelanos começam a ganhar voz. Já não são pássaros mudos, também chilreiem. Também começam a dar pequenos gritos.

Para encomenda de livros, sem portes: ricardoalopes.lopes@gmail.com

Para compra directa: http://www.bubok.pt/livros/6257/Realidades

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s