Existe a fórmula da felicidade?

felicidade, sorriso, vida, arriscar, sonharFaz-me confusão a aglutinação de rácios com denominadores e divisores e etc. A felicidade não se calcula, não se formula em caminhos predestinados. Acontece, não por sabermos que ali ela existirá, somente porque fomos. E quando vamos, o risco da felicidade aumenta.

A felicidade não vem das decisões calculadas e ponderadas, vem simplesmente das decisões. Quando decidimos ir, estamos próximos de ser felizes. Não interessa se à partida era a melhor escolha ou não, interessa que fomos; que vivemos. E isso é a felicidade: a certeza que vivemos, que fomos. Que repetimos o viver e o ir, vezes sem fim, sempre e sempre. Essas são as palavras-chave, as que aveludam a existência, as que fornecem tecido ao traje dos anos a passarem. As que nos dão a certeza que a felicidade não é somente o contrário da infelicidade, que é também o périplo dos anos que nos movem a biografia.

Começo a cansar-me de ponderar os caminhos mais certos, as atitudes menos arrojadas, por muito que não seja muito apático. Já arrisco, já me exponho à sensação viciante de roçar o ridículo e acabar abraçado ao prazer de ter feito. Porém, cada vez quero mais. Diz-se, por aqui e ali, que o passar dos anos traz o abrandar dos sonhos. Eu, não sei se estupidamente ou não, não concordo. Continuo a ser um menino, um menino de vinte e cinco anos, mas que também já teve dezasseis, e que por essa altura era bem diferente. Hoje, com os tais vinte e cinco, sonho muito mais que com os dezasseis. Aprendi que para sonhar é preciso conhecer e saber. Por essa altura estudava, hoje não o faço nos moldes do ensino curricular, mas sou muito mais estudioso do que o que alguma vez fui. A característica que mais despertei, com o passar dos anos, foi a curiosidade, a sagacidade de ir atrás do que está no virar da esquina. E percebi, para minha felicidade, que a curiosidade é prima do sonho.

Eu sonho, penso que posso ir além dos que passos que até agora dei. Mas sonho de maneira curiosa, sem abstractos. Sonho e procuro saber mais. Sonhos e ambições não são o mesmo; prova disso é que eu sonho para ter ambições. Sem grandes cálculos, arrisco ir atrás delas. E no fim sou feliz. Interessa calcular alguma coisa? Sempre tive negativa na matemática, mas excelentes notas na escola da vida.

Para encomenda de livros, sem portes: ricardoalopes.lopes@gmail.com

Para compra directa: http://www.bubok.pt/livros/6257/Realidades

Advertisements

2 thoughts on “Existe a fórmula da felicidade?

  1. Gostei mesmo deste texto… secalhar um dos meus preferidos até agora! Acredito que uma pessoa vale pelos sonhos que tem! Sempre foi ambiciosa nos meus sonhos e com o tempo percebi que quando tiver filhos vou incutir a loucura de sonhar e da curiosidade… mesmo que a maior parte das pessoas acredite que loucura é fazer acreditar em coisas impossíveis. Rematando, com uma frase do meu Pai, “não me interessa as notas da escola, mas sim aquilo que tu sabes e aquilo que fica para sempre…” mais tarde percebi! Continuação de bom trabalho Ricardo.

  2. Obrigado, Inês 🙂

    A verdade é que é impossível, antes de vivermos determinadas coisas, saber o que é verdadeiramente sonhar. Contudo, os sonhos são feitos da pessoa que somos nos momentos que os temos, por isso sonhar aos dezasseis anos não é o mesmo que sonhar aos vinte e cinco, mas é igualmente bom. Os sonhos dessa idade, são os melhores que podemos ter! Os que temos a seguir, vão ser os melhores que podemos ter, e assim sucessivamente. Somente por isso, não acredito que a idade abrande os sonhos – só os modifica.

    Viver vale sempre a pena 🙂

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s