És a melhor mãe do mundo!

DSC07801Como sabes, escrevo para o meu blogue todos os dias, é um impulso compulsivo. Não resisto! E hoje é um dia que temas não me faltam, o Chavez, o presidente do país onde nasceste, morreu, o Real Madrid venceu, o Ronaldo marcou. Como vês, jamais seria um daqueles dias que necessito ponderar largos minutos sobre o que escrever, tenho dois temas fortes. No entanto, existe um mais forte que qualquer um desses, existe um que me sodomiza o coração e me faz sorrir sem pensar em nada mais. Fazes anos, mãe! Estás de parabéns, como, aliás, estás em todos os dias da tua vida.

Uma das grandes lutas, que tenho ao escrever, é fugir dos terrenos comuns, dos pisos muito pisados, ou pelo menos abordá-los de forma diferente, dissemelhante. Porém, hoje não quero saber, preciso dizer-te que és a melhor mãe do mundo. Necessitei dizê-lo sem burocracias literárias, ou trabalhos rendilhados de adorno de palavras. Só assim, simples: és a melhor mãe do mundo! És mesmo! Desde sempre me tens acompanhado, nos momentos mais brilhantes e nos mais apagados. Sempre conseguiste lixar-me a cabeça nos bons e apertar as orelhas, e alertar para o que de bom tenho, nos maus. Não me castras sonhos, alimenta-los com uma ingenuidade semelhante à minha. Somos muito parecidos. É impossível não termos as nossas arreliações, as nossas trocas de palavras mais ásperas – que antecedem o beijinho -, pois somos muito iguais. Muito tontos de acreditar que o mundo vale sempre a pena, como o pai aliás, e ao mesmo tempo muito aguerridos de nós mesmos, nunca perdendo uma pitada de desconfiança. A segurança que tenho, na pessoa que sou, vem muito de ti, mãe. És um exemplo. Tu e o pai, apesar de o dia hoje ser teu. Hoje e não só, porque a 26 estás novamente de parabéns, pela inoperância dos registos civis da Venezuela que te colocaram a nascer duas vezes. No fundo, eles têm alguma razão, tu nasceste mais do que uma vez. Por muitas vezes, nesta minha tenra idade, te vi passar momentos difíceis e renasceres. Sei o quanto isso te cansa, o quanto é doloroso para ti, mas como abono do esforço, garanto-te que isso ajuda-me a ser quem sou. Posso roçar a arrogância em alguns momentos, mas sei que sem a confiança em mim não chegaria a metade do que sou. Ensinaste-me, apesar de alguns complexos normais, a nunca ter vergonha de quem somos. Eu não tenho, penso pouco nisso. De outra forma, jamais me poderia expor como exponho, escrevendo coisas. Não foi sempre assim, os anos e tu e o pai, têm me ajudado. Ninguém nasce a ser o que morre sendo, os anos tralham nisso, com auxilio de amigos, do meio que nos envolve, mas essencialmente dos nossos pais.

Pensei dizer que és linda, que és uma mulher incrível, uma pessoa de armas, contudo, no fim, pensei que o que gostarias de ouvir é que tenho orgulho em quem sou. Sim, és galinha, incapaz de estar muito tempo sem saber vários detalhes do meu dia, rogas-me que fale mais contigo e eu nem sempre acedo pela forma como os dias me comem, como o cotidiano é escasso para tudo o que quero fazer, mas amo que sintas a saudade de quem ama. És a pessoa que faz de mim quem sou, em muitas coisas. Não tens os estudos superiores que querias ter tido, não negaste alguns toques do espanhol ao teu dialecto durante toda a vida e nem sempre agiste da melhor forma, como admites, mas és sem dúvida o meu exemplo. Nunca foste uma mãe de novela, mostraste-me sempre o bom e o mau, deixando clara a fronteira entre eles. Se eu podia ser melhor pessoa? Não quero saber, sou uma pessoa que reflecte muito do que de bom tens e isso deixa-me feliz que só visto.

Mãe, só te queria desejar os parabéns e dizer que és a melhor mãe do mundo! Obrigado por seres quem és, mesmo com defeitos. Sou um filho babado!

 Para encomenda de livros, sem portes: ricardoalopes.lopes@gmail.com

Para compra directa: http://www.bubok.pt/livros/6257/Realidades

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s