Encontro de amigos

Confundo-me, olho em volta e vejo Sábado. Está ele alapado numa rocha solheira, ali para os lados do Furadouro, daquele areal comido de inverno, e não resisto a acenar-lhe divertido.

De repente, sobressalto-me com um toque nas costas, bem perto do ombro.

– Hoje sou eu, amigo. Sábado é amanhã – avisa-me a Sexta-feira, de sobrancelha franzida e olhar arreliado. Como que tentando-me mostrar que não a devo ignorar, que estou a ser injusto para todas as outras semanas em que anseio por ela.

Replico eu, um tanto envergonhado e sorridente.

– Desculpe, quase me esquecia que hoje é feriado, minha querida, Sexta. Recebo-a com um enorme prazer e afago, a mando deste sol que nos ilumina.

– Não tem com o que se desculpar, Ricardo. Apenas queria recordar-lhe que hoje estou diferente, trago-lhe mais descansado. Ainda agora comecei, mas é como se por mais dois me prolongasse.

Assim, iluminados por um sorriso cúmplice e com um abraço sentido, seguimos caminho para o paredão do Furadouro, para enlaçar também o Sábado – que já nos sorria, divertido, ao longe.

Bom feriado, para todos!

PS – Não se esqueçam, caso tenham curiosidade de saber mais detalhes sobre o livro que lançarei, lá para meados de Novembro, basta clicarem neste destacado: Livro – Ricardo Alves Lopes (Ral)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s