Amo os nossos dias de praia

Olha-me aquele mar azul ao fundo. Apraz-me a forma como ele reflecte o meu moreno, no límpido da sua cor. Fico mais bonito neste amarelo da areia.

Vou já a correr por esta pequena colina acima, com estas gotas de água que me escorrem pelo rosto, pelo peito, pelos calções. O sol está forte como um jantar ao lume. Sinto-me a ser comido por este calor, que me ofusca de olhos fechados, que me faz sentir os pensamentos leves e o corpo desligado do fio da terra. Sou capaz de passar horas só assim, deitado, entre sussurros de amor e beijos no ombro e pescoço.

Deixa acalmar mais um pouco a força do calor, sentir o corpo a ser adormecido pelo veludo daqueles raios e já jogamos um vólei. Queres raquetes? Também pode ser. Já viste que giro, como aquele menino se diverte a brincar com a areia? O pai e a mãe são tão queridos, acompanham-no em todas as brincadeiras. Está tão moreno aquele senhor, deve passar aqui os dias. Vê-se que está feliz, aliás, como todos os que estão aqui em volta.

Chegas-me um pouco de água? Vou pôr-me um bocadinho à sombra, apetece-me ler. Se calhar começo pelo jornal e depois passo ao livro, ou ao contrário, agora nem sei. Pouco importa, também.

Não resisto. Ficas? Claro que não, vem comigo. Dá-me a mão. Atira-te comigo para este mar que nos está a acolher de braços abertos. Repara como ele se espalma na linha do horizonte, pronto para nos receber nas profundezas do seu azul. Está fria. Os nossos corpos estão quentes. Molha-te um bocadinho e dá-me a mão. Vamos, mergulha comigo e beija-me. Abraça-me, vais sentir menos o frio. É tão bom agora, já não é frio, é refresco. Agora não apetece sair, vamos aproveitar a forma como o pequeno revolto, destas ondas miúdas, nos faz girar, como o planeta gira. Atira-te ou vou-te puxar. Eu puxo-te. Vês como sabe bem, estes mergulhos?

Não me largues a mão, já estou a ver as nossas toalhas. Já sinto as gotas a secarem no caminho da face, nas entrelinhas do peito. Também te acontece o mesmo? Este sol está tão quente, como o forro do meu coração que está a palpitar por ti.

Amo os nossos dias de praia.

 

PS – Já sabem que para saber mais sobre o livro que, em princípio, irei lançar, é só passarem aqui: https://www.facebook.com/groups/118634761614210/

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s