Média de 9.6 a português

Numa altura que o dinheiro escasseia, ou evapora-se, não sei qual o termo mais correcto, sai um estudo, do Gabinete de Avaliação Educacional (Gave), a indicar que a média, no ano transacto, no exame de português, foi de 9.6 valores. É alarmante, acho.

O flagelo dos números é uma tradição ao nível do ensino e da economia nacional, todavia a sua extensão à língua materna é aflitiva. Por estes dias, confessava a minha falta de bases ao nível da história de Portugal, o que em nada me enobrece, mas creio que a falta de alicerces no que se refere à produção escrita e oral, da nossa língua, veste-se de assustador. Defendia-me, dizendo que não necessito de saber a história de Portugal para proteger os meus interesses, ou contribuir para o país, contudo se não souber falar correctamente, ou pontapear a língua em cada trecho que redigo, nunca poderei defender o que quer que seja. Bem sei que o futuro de muitos passa pelo estrangeiro, não obstante como se sentem capazes de aprender, plenamente, outras línguas se nem a sua sabem? Eu prometi, mais a mim que a qualquer outra pessoa, que aumentaria o meu saber sobre história. É cultura e ela não ocupa espaço.

Continuando a esmiuçar este estudo, o Gave refere que os maiores problemas, dos alunos, estão nas respostas extensas, levando, demasiadas vezes, a equivocarem-se nos verbos condutores. Atestando que a organização e correcção linguística estão em níveis bastante negativos. Existe uma exacerbante dificuldade em dar respostas estruturadas, um pouco à imagem da desorganização do nosso país, aliás.

Não sei muito o que dizer, ou escrever, só fico triste pelo abandono de uma herança, de tão nobres personagens. Como se sentiria um Camões ou um Eça, vendo o ornamento da sua existência ser pontapeado e/ou escondido em acordos ortográficos?

Anúncios

4 thoughts on “Média de 9.6 a português

  1. deste-me uma muito má noticia..nao tinha ideia, ando afastado um pouco do nosso telejornal estes dias…!é uma vergonha de facto!…e é uma pena ainda maior…agora todos temos oportunidades que os nossos avos e alguns dos nossos pais nao tiveram e parece-me que nao a estamos a aproveitar..!
    “obrigado” por esta notícia! abraço

    • Infelizmente é uma realidade que tem vindo a dominar nos últimos tempos, no entanto eu não diria que somos apenas nós a desperdeciar oportunidades que nos são dadas. Existe uma série de factores, com vários culpados, que nos tem levado até isto. Espero que melhores dias cheguem 🙂

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s