É incrível

Com este título, garantidamente, pensarão que vou falar de Relvas, da inconstitucionalidade do corte dos subsídios no público, mas não. Fartei-me, desculpem. Sinto que há coisas melhores, para dar uso á minha voz em escrita.

Quero, e vou, falar de pessoas. Quando tanto se critica, tanto se fala mal, surgem átimos de exaltação da beleza humana. Estou a viver e a deparar-me com um. Ando a desenvolver um projecto experimental em que preciso das pessoas, preciso de sentar-me com elas, chegar a elas, tirar algo delas, tudo para mim, dando pouco de volta. E elas, elas estão lá.

Ontem mesmo fui atrás de auxílio, de entrar no íntimo descoberto de cada pessoa, de sorver informações que a mim serão uteis e que a elas não sei. Sentei-me, pedi ajuda, ofereci perguntas e recebi simpatia, sorrisos, disponibilidade e respostas. Obrigado.

Se aqui gosto de criticar as imperfeições, em mim e nos outros, hoje não poderia fazer mais que agradecer. Sou feliz ao perceber a amabilidade das pessoas, nem só do ruim é feito este mundo.

Assim, hoje, sem declames poéticos, escritas prazerosas ou personificações assombrosas gratulo o ser-humano. Nós somos bons, temos algo de mau, claro, mas somos bons.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s