Arrogantes

Conhecer o mundo é impossível, acho. Podemos viajar muito, mas haverá sempre detalhes inalcançáveis. A mente das pessoas é longínqua, impossível de alcançar.

As pessoas são o mundo ou o mundo é das pessoas? Eu acho que os felizes e audazes são o mundo, os outros são os que vivem nele. Os vizinhos. Os que logram roubar ou aproveitar algo dos que concebem. É triste, contudo acho que é assim mesmo. Uns vivem, outros vão vivendo.

Não gosto quando me respondem a um tudo bem com um vai-se andando. Que enfadonho.

Sou magnetizado por pessoas que por muitos são vistas como arrogantes, gosto da aproximação mental aos que se sentem, e por norma são, capazes de mudar o cosmos. É irreverente e motivador, porra. Alias, para mim, arrogantes são os que se gabam do que não fizeram. Os que usam da sobranceria quando nada lhes aufere esse direito. Os que precisam de ajuda e espezinham. Esses sim são arrogantes.

Os outros? Fazem-me bem. Não por querer ser como eles, mais até, por querer ir buscar coisas deles que melhorarão quem sou. A intrepidez, por norma, encontra-se nessas pessoas.

É tarde, amanhã levanto-me cedo. Só vim explanar um pensamento, apeteceu-me.

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s