Em terra de ninguém

Quantas e quantas vezes somos estrangeiros. Somos estrangeiros no nosso país, somos estrangeiros no país dos outros. Não somos de ninguém, mesmo sendo de todos.

Que belo texto aqui fiz, mas a verdade é que por vezes me sinto assim. Não encontro identificação com quem me rodeia, seja português, inglês ou francês. Frustrante e aliciante, portanto.

Frustrante porque por vezes sentimo-nos sozinhos, mesmo que em muitos sentidos seja bom andarmos isolados, em muitos outros queremos companhia. A partilha de ideias, o esclarecimento de dúvidas, a recolha de experiências é para nós um forte potenciador de felicidade e sucesso. Como eu quero ser feliz e bem-sucedido, torna-se fácil a compreensão do meu desapontamento. Ainda assim, não deixo de travar batalhas, de agarrar por um braço quem merece e puxar até mim, até ao meu lado. A sobranceria de afirmar que eu é que estou no caminho certo faz de mim um arrogante, sem dúvida. No entanto, se olharem em detalhe para a afirmação, perceberão que eu sinto-me é inseguro, que procuro um apoio que não me exponha tanto a incertos. Não quero ser feliz, quero que sejamos felizes.

A soma do parágrafo anterior é a prova do quão aliciante é viver desta forma. No fundo, o que faço é acreditar no disparatado. Olhar para ideias estapafúrdias e tentar fazer delas exequíveis. Sem nunca ter receio de as expor. O segredo para não sermos copiados é sermos estúpidos ao ponto de ninguém acreditar em nós. A desconfiança das pessoas ultrapassa a barreira do lógico e cria acordos próprias.

– Oh, se a ideia fosse boa ele não contava.

Não, se fosse má é que eu não contava. Tinha vergonha, como é óbvio! Mas se é dessa forma que querem comportar-se, é dessa forma que ajudarão sem se aperceberem. Transformam o que podia ser um projecto nosso, num projecto meu. Fazem-me dono da terra de ninguém. Obrigado, pois claro!

Escrevi com o máximo pretensiosismo, que me permiti, este texto. Fi-lo porque hoje estou confiante, porque hoje estou feliz, mas acima de tudo porque quero que hoje  estejam felizes e confiantes.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s