O futuro começa hoje

Por vezes sou arrebatado por uma vontade de escrever, sobre o quê não sei, sobre o que desconheço.

Não sei a sua textura, não consigo sentir o seu toque, mas ainda assim sinto-me enamorado. Não sei se por não saber do que ele é feito, se por acreditar que por muito bem que esteja hoje nele estarei sempre melhor, sei apenas que estou apaixonado. Ninguém imagina um futuro cinzento para si, assim quase todos o amam, são seus amantes. Eu não sou diferente.

Uns admitem que o futuro vai ser incrível, no entanto pouco se movimentam. Preferem esperar pelo destino. Outros focam-se tanto nesse futuro, que não percebem que também se deve viver o presente. Não é uma equação fácil de gerir esta. Só está ao alcance de alguns, dos audazes.

Definitivamente sou um, aborrecido, meio-termo. Não me defino nunca por extremos. Gosto pouco de vincos, de extremidades, vou sempre atrás de ondulações que me deixam à deriva. Estou aberto a críticas, claro.

Eu amo viver no futuro, hoje. Gosto de cometer loucuras, que sei que podem dar-me um rumo posteriormente. Hoje a adrenalina de me aventurar, amanhã o sorriso de ter audácia. Eu sou impulsivo, confesso, mas sou-o sempre com a certeza do reflexo disso no futuro. Caramba, assim tem mais piada, não tem?

Gosto de ter histórias para contar, gosto de as contar muitas vezes, até. Mas sabem como eu tenho essas histórias do passado? Vivendo o presente, com a adrenalina de saber o que quero para o futuro, sem saber se o terei. No fundo, no fundo, arriscando! É assim que sou feliz.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s