Loucuras por amor

Atravessei o Atlântico por um beijo dela; parei o avião para dizer: amo-te, não vás sem mim; corri quilómetros à chuva atrás do carro só para alcança-la, dar-lhe a mão e dizer: estou aqui; despedi-me do emprego, mudei de cidade, comecei uma vida nova, tudo para estar junto dela;

Os vários programas de televisão, as diversas entrevistas, quando fazem uso, do chavão, da pergunta pelas maiores loucuras por amor procuram respostas dessas, histórias dignas de uma comédia-romântica que faz derramar uma lágrima, sorridente. A antagónica gota que escorre, deslizante, pelo rosto embelezado por um sorriso comovido. Os finais perfeitos. São estas belas histórias que nos comovem, que nos fazem acreditar nas princesas e príncipes que arrebatam o nosso coração e fazem toda a nossa história de vida ser colorida por um amor capaz de esbater todos os percalços, deste tumultuoso caminho que fazemos, nesta curta existência a que temos direito.

Eu sou louco de amor e por amor. Vivo a intensidade de o meu sangue ser bombeado a uma velocidade capaz de me fazer sentir as veias a explodir, o meu coração a bater com a aceleração de um motor de alta voltagem, o meu sorriso a rasgar-se de uma forma que pode tocar em cada orelha, os meus olhos a brilharem com a capacidade de ofuscar a árvore de natal de Manhattan, tudo isto por amor. Por amor a quem amo, por amor à vida.

Nunca atravessei o Atlântico, nunca corri à chuva, nunca alcancei um carro, mas amo, amo de verdade. Não tenho loucas histórias de amor para contar, tenho apenas os pequenos segredos, as prazenteiras conquistas, os simples gestos. Que maiores insensatezes podemos conceber? Eu não banalizo o meu amor, a minha existência, por deles não conseguir tirar um guião para ser interpretado pelo Ashton Kutcher ou pela Cameron Diaz.

Que maior loucura existe que o nosso dia-a-dia? São oscilações de humor, são pequenas desilusões que numa escala da vida são insignificantes, mas num período de 24h têm uma importância difícil de contornar, são problemas financeiros ou de horários, são tentações vindas de sítios por vezes ocultos, são vitórias irrisórias, de acumulação perfeita. São a loucura da vida.

Seria um triste convidado de um talk show com a temática do amor, mas sou um feliz humano que vive o amor. A loucura de enfrentar o dia após dia sempre junto do amor, da certeza que o belo se escreve nas linhas do tempo, não na instância de um rasgo hollywoodesco.

Vive para amar, não vivas para poder contar!

ADQUIRA AQUI O MEU LIVRO: REALIDADES

Ou contacte-me pelo ricardoalopes.lopes@gmail.com, para mais informações de compra.

2 thoughts on “Loucuras por amor

  1. o título deste post chamou a minha atenção!e fiquei surpreendido quando falaste de coisas que não esperava!, mas uma boa surpresa!
    em conversa com um recente conhecido, falou-se de amor e paixão a semana passada, e tenho que admitir que apesar de concordar contigo, que a vida do dia a dia ao lado de alguém é uma muito maior “loucura” e um demonstrar de amor constante, sabe bem sentir por vezes que nos sentimos dispostos a cometer essas loucuras!…eu já corri à chuva, já desisti de um emprego de verão, e até pensei em mudar de curso só para ficar mais perto…!mas penso que nada se compara à intensidade de uma vida lado a lado!!..
    tenho apenas mais a dizer que é bom amar, alguém, “alguéns”, a vida, momentos, detalhes, e principalmente a si mesmo!

    ou então podia só dizer gosto deste texto =P

    • Começo por dizer que qualquer uma delas me agradaria, por isso obrigado pelas duas opções 🙂

      Quanto ao restante, percebo perfeitamente o que dizes, não sou imune a isso, mas quis foi essencialmente dizer que nada disso faz um grande amor, se for só essa fugacidade que o define.. ai será sim uma grande paixão, que também é bom, mas são patamares distintos! Não descurei isso, só apontei para outro sentido… estar apaixonado é delirante, amar é viciante, mas amar e estar apaixonado é… (o que cada um conseguir descrever) 🙂

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s