Amanhã é Sábado, não é feriado!

Fui incitado a escrever sobre a abolição de feriados. Tenho encaminhado o que redijo para outras direcções, para caminhos menos tumultuosos que a política, que a política portuguesa. Porém, é um amigo, é um leitor, que mais posso eu fazer que aceder? Esta é para ti: Ricardinho Almeida!

Pelo que pude constatar os feriados a serem abolidos, no presente ano, serão a 7 de Julho (Corpo de Deus), a 15 de Agosto (Assunção de Nossa Senhora), a 5 de Outubro (Implantação da República) e a 1 de Dezembro (Restauração da Independência).

No geral, estou plenamente de acordo com todos. Se não vejamos, admitindo a minha ignorância, tive que fruir de o conhecimento estar à distância de um clique para saber qual o significado dos feriados de 7 de Julho e 15 de Agosto. Serei o único que olvidava o significado? Depois, qual o sentido de comemorar a Implantação da República, quando temos uns governantes com o ‘rei na barriga’? Mais ainda, não seria um pouco sarcástico comemorar a Restauração da INDEPENDÊNCIA, quando nunca estivemos tão dependentes de outros como hoje? Eu acho que sim, que estão certos, os nossos caríssimos governantes. Como nota, caríssimos pelo quanto sai dos nossos bolsos para os manter!

Deixando de lado um tom mais de chacota. Não seria coerente da minha parte, depois de criar um ‘cavalo de batalha’ contra o Pedro Passos Coelho aquando do Carnaval, estar de acordo com a abolição dos feriados. No entanto, posso fazer uma ressalva já feita na altura do Carnaval, que muitos me irão julgar, ao dizer que os feriados religiosos não me parecem positivos em sentido algum, que não o ócio. Posso até os considerar algo racistas, não existindo uma grande maioria, não deixam de existir Islâmicos, Budistas, ou de qualquer outra religião no nosso país, que não têm acesso a qualquer feriado da sua crença. Sendo isto um aparte para explicar que percebo o propósito desta medida, só me parece exacerbado mexer em dias que são marcos, para a história do nosso país. Não são dias alusivos a uma crença, a um intangível, são homenagens a pessoas, como nós, que um dia lutaram para hoje podermos viver no país que vivemos.

Assim, fazendo uso da minha opinião, digo que se a medida é necessária que sejam cortados os feriados alusivos a crenças, fés, religiões – algo não comprovado – não mexam é no que são as pessoas que um dia vos abriram caminho para estarem onde hoje estão. Sem o Partido Nacional Republicano que lutou pela república, hoje vocês seriam bobos da corte, governados pelo Duque de Bragança. Sem Os Quarenta Conjurados hoje seriam os escrivães do Mariano Rajoy. Isto é só a minha opinião, mas pensem nisso.

As minhas desculpas, pelo que é a minha opinião, a todos os católicos devotos.

Anúncios

4 thoughts on “Amanhã é Sábado, não é feriado!

  1. Então não se pedem desculpas aos não católicos e muito menos devotos? Ou também devo subentender nesse comentário alguma mensagem subliminar de tendência religiosa e separatista?

  2. Bom dia..meu ” amigo ” de todos os dias….(blogger)

    Apesar de ser católico, não praticante, não puderia estar mais de acordo contigo em relação aos feriados católicos, mas como bem deves saber existe uma maçonaria religiosa que confina muitos políticos e muitos interesses instalados, pelo que a religião, a católica e a politica, andam de mãos dados, como duas lésbicas doidivanas, na altura do cio….sem ofensa para as lésbicas !!!

    Em relação a feriados de personagens importantes ou dias marcantes na historia de Portugal….esses sim são de manter e elevar ainda mais, pois nos dias que correm, é sempre bom lembrar que se calhar, mas só se calhar, isto já foi bem pior……mas isso são outros quinhentos !!

    Interessante a tua arrumação de ideias, em relação a determinados assuntos….

    Abraço deste teu amigo assíduo (apesar de nem sempre comentar….)

    Sandro Rilho

    • É, naturalmente, com agrado que vejo uma concordância de ideias. Como disse, isto é somente a minha opinião. Sou de uma família católica, fui baptizado e fiz a primeira comunhão, por ai podem perceber que nenhuma opinião minha vem de algum rancor ou falta de respeito, porque se existe alguém que respeito é a minha família.

      Grande abraço, amigo Sandro!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s