Filtro

Findos estes dois dias de adição cognitiva e motivacional, a que me propus, o saldo é positivo. Conforme esperava!

Diversas temáticas dentro da central (Marketing), diferentes pessoas, distintos pontos de vista, vozes mais agudas, mais graves, mais monocórdicas, mas todas com algo para apreendermos. Para abrirmos a mente. Destacaria de hoje, com o devido respeito aos restantes: o caso da Bordallo Pinheiro; o caso da Renova; O caso Beirão, na presença do director José Redondo – cativante e coerente com a sua marca; O caso Frize, fantástica presença do fabuloso Pedro Tochas – aplaudido de pé; Deixando uma nota final à contagiante boa disposição do Ayres e João Paulo Rodrigues da Ayres Bespoke Taylor;

Regressando ao que me trouxe a esta redacção, eu diria que o sucesso pessoal passa pela nossa capacidade de filtragem. Não o filtro do cigarro que aqui coloquei para vos trazer à leitura, mas sim um filtro mental, de percepção. Dentro da mesma conferência, não raras vezes, aparecem dois palestrantes que nos fascinam, porém com visões distintas. Isso não faz de nós esquizofrénicos, faz de nós pessoas intuitivas, capazes de se influenciar pela empatia. Pessoalmente, gosto de criar empatia. Daí em diante, ergue-se o que somos, as ambições – não sonhos, é um pouco diferente – e como lutamos por elas. Como essas ambições estão definidas, para nós, vai influenciar o que bebemos de cada orador. Eu tenho as minhas ambições, por isso considero que a participação nesta jornada foi um sucesso. Retrai de cada um o que mais me interessava. Oportunismo? Interesse? Talvez, mas se foi dito, comprovado, o que me impede de fazê-lo?

Eu tenho todos os sonhos do mundo em mim, como alguém outrora disse. Não os trago todos à superfície a cada momento, mantenho-os velados num local que nunca é esquecido, para de tempo a tempo os ir alimentando. Sabem o que ganho com isso? Um dia os sonhos tornam-se ambições, tornam-se possíveis de alcançar. Alguns já consegui, outros já são ambições, outros estão acomodados no sítio, à espera de receber nova vizinhança. Novos sonhos.

Não vivam a sonhar, mas vivam com sonhos!

P.S – Aleatoriamente, concluí este texto a escutar o, grande, Bob – Don’t worry, be happy!

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s