Noção de requinte

Não, não irei fazer consultoria de imagem. Muito menos dizer o que tem mais estilo e o que é mais tosco. Apenas aqui vim confirmar uma contradição minha.

Movido pelo meu trabalho tive a necessidade de consultar alguns relatórios, algumas páginas da web, alguns perfis de Facebook e algumas instalações, ainda que virtualmente. Conclui o mais óbvio que podem, ou pode conforme o Word insistentemente me solicita, imaginar: existem pessoas com um enorme bom gosto e outras com uma noção de requinte, um tanto ou quanto, dúbia, incerta.

Deparei-me com espaços simplistas completamente convidativos. A navegação neles é prazerosa. Por outro lado encontrei áreas, zonas, lugares, completamente aterradores. Uma autêntica parafernália de informação, coisas, em cada cantinho mais recôndito. Todo o espaço é utilizado, num angustiante receio que algo fique por dizer, que algo fique por mostrar. Ufa, uma canseira a cada clique.

Eu não sou um guru, no entanto posso facilmente formular opiniões com base no que são as minhas experiências, as minhas vivências. Seguindo essa lógica posso vos garantir: Estimulem a visão, não a cansem; Despertem a atenção, não a retirem; Levantem o véu, não deixem cair o pano;

A capacidade de simplificação das coisas é sem dúvida das maiores virtudes que podemos ter. Reparem que disse simplificação e não facilitação. São coisas diferentes.

De que forma isto é uma contradição minha? Olhei para o meu blogue e encontrei um excesso de adereços, de informações, deu-me uma vontade súbita de o tornar mais clean, mais tudo o que aqui disse. Porém, olhando em torno das alternativas gratuitas, ainda não foi desta.

Quem sabe no futuro, quando puder ser criado por mim… (agradeço sugestões)

Advertisements

14 thoughts on “Noção de requinte

  1. Menos é mais.. para mim, pelo menos, sempre foi.
    Sou adepta do branco/cinza/preto com um apontamento de cor.. um azul ou verde.. um rosa quando quero que a coisa seja mais.. “louca”.
    Dito isto, não sou a melhor pessoa para dar opinião, sou rigida neste aspecto, não gosto de coisas que me magoem os olhos, que me deixem nauseada.
    É a diferença, por exmplo entre um Público e um Jn, get it? Graficamente falando, claro!
    Mas se me perguntares: “Margarida, achas que deva “arrumar” o meu blog?”
    Eu respondo: Ontem já era tarde..
    🙂
    Não leves a peito. Eu gosto do teu blog, mas graficamente, distraio-me…
    E, felizmente, hoje em dia tens gaziliões de sites com templates já feitos para aplicares aqui no wordpress.
    Just saying!

  2. Não sei se és a melhor pessoa, sei que concordo com as tuas indicações e noções. Deixei-me levar por algumas das coisas que aqui critiquei, como disse, fui contraditório. Em alguns momentos deste texto fiz uma auto-critica. Sempre me agradou o clean e aqui segui o oposto.

    Não levo a mal de forma alguma, aliás, agradecia que mais fizessem o que fizeste 🙂

    Anotei o susto que tive quando olhei com olhos de ver para o meu blogue e registei o teu comentário! Obrigado 🙂

  3. aquela imagem é uma possibilidade?! gostei!!
    não mudava grande coisa, gosto de simplicidade, ou como tu dizes, de um estilo mais clean!…
    posso apenas apontar para o facto do tipo de letra de texto não ser dos meus favoritos, times new roman ou algo do mesmo estilo cansa-me a vista…apostava mais num arial, tahoma, tal como é neste actual! outra sugestão, é que vi que perdes as “categorias”, logo, apostava em algo mais para o fundo de pagina, tipo um site, tem mais aquele ar de profissional!

    só sugestões! 😉 se não gostares de nenhuma aceito, não percebo nada de design, só sei do que gosto de ver!

    abraço

    • Zão, não aquele não é possível porque foi criado por mim, não pertence aos templates compatíveis com o wordpress. Por isso torna-se mais complicado seguir uma sugestão tão detalhada como a que fizeste. Isto porque neste momento não pretendo fazer um investimento no blogue, até porque o central dele é a escrita, não a aparência.

      Quanto ao não gostares deste, ele não é definitivo, porém é o que estará até encontrar algum mais do meu agrado.

      Já agora, o que te fez ter uma reacção tão espontânea e de repúdio quando o coloquei?

  4. lol peço desculpa pela reacção, mas foi de facto natural…foi o tipo de letra, mete-me confusão ler muito tempo assim…o facto do texto não estar justificado, e a cor de fundo criar reacções oculares (tipo ficares a ver cores quando pestanejas…)…

    sorry…!sim eu sei que de facto o importante é a escrita, mas sabes bem que a imagem é sempre importante na cativação de “clientes”

    • Confirma, por favor, com fundo branco se é mais agradável. Quanto ao justificado, só me permite centrar ou alinhar a um dos lados e recuso-me a escrever com texto centrado, isso é para títulos, não para corpos de texto. Vou ver se ainda poderei fazer algo em relação ao tipo de letra.

      • já li os outros comentários e fiquei mais convencido, mas de facto passava a ideia de alinhado…
        quanto à cor, sim muito melhor!!!

  5. Sem problema, Zão! Claro que a imagem também conta, não foi isso que eu quis dizer, quis dizer foi que neste momento não faria um investimento financeiro na imagem do blogue porque o que me levou a criá-lo foi a escrita.

    Quanto aos reparos, percebo a situação do fundo, quanto ao justificado, infelizmente, no outro tema também não estava e não afirmando com toda a certeza, penso que o tipo de letra é o mesmo 😀

    • hmm…estou bastante convicto que o anterior tinha o texto justificado, não o dos comentarios, apenas dos posts…olha que por curiosidade vi alguns temas gratuitos e até achei alguns interessantes…!

      • Não tinha, Zão, no máximo poderá ser da posição da foto. Como normalmente a posto no canto superior esquerdo dá mais ideia de alinhamento de texto nessa zona.

        Pessoalmente gosto deste, mas como este espaço é tão, ou mais, vosso que meu, agradeço que me envies as sugestões, assim como gostava de outras.

  6. Bem, já que tive um convite para a página homóloga a este blog no facebook, acho que me sinto no direito de também mandar uns bitaites!
    Na minha humilde opinião, não te leves por muitas dicas alheias quanto ao aspecto gráfico do blog. Ele é teu, o teu espaço, o espaço das tuas ideias, uma extensão de ti. E isso também se aplica ao aspecto gráfico.
    As pessoas têm estados de espírito diferentes e são polivalentes no sentir: um dia pode-te apetecer ter o blog inundado de cor, linhas e imagens psicadélicas, e noutro dia ser todo arrumadinho e limpo. Como a tua “tempestade de ideias”!
    Cria o aspecto como mais gostares, hoje. Se amanhã não fizer sentido, troca. Porque não deves permitir que te digam como te sentes no teu blog.

    Regina*

    • Regina, agradeço que te sintas nesse direito. Se por um lado este blogue é meu, como referes e eu tenho consciência, por outro quero que ele seja vosso. Que aqui, como eu, possam soltar ideias, pensamentos ou simplesmente palavras.

      Ontem senti que necessitava de mudá-lo, deixei isso claro no post que fiz propositadamente. Recebi diferentes opiniões e tentei alienar ambas, porque me identifiquei nelas. Por um lado uma visão límpida, minimalista, do blogue, como me agrada e como ontem tive vontade de fazer, por outra as pessoas que viam em todas as imagens que aqui tinha uma extensão de mim, optei por uma foto minha, tirada por mim, no cabeçalho, um toque pessoal, para acalorar um ambiente clean.

      Fiquei feliz com o resultado, por agora imagino-o por bastante tempo. Mas hoje é hoje, amanhã é amanhã.

      Mais uma vez obrigado pelo comentário 🙂

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s