Compromisso com a vitória

Já, aqui, escrevi sobre diversos, distintos e variados temas, inexplicavelmente a vitória nunca foi um deles. A grande, a consagrada, vitória.

O que é a vitória? Num tom irónico, trocista, poderia dizer que é o nome da águia, um nome próprio, mas em qualquer um desses casos eu teria que, a esta hora, já ter empregado quatro maiúsculas, que não empreguei. As maiúsculas que, oportuna e imponentemente, abrem os nomes próprios. Mas não é a essas ‘Vitórias’ que me aludo, refiro-me às conquistas, às glorificações, aos títulos.

A vitória é interdisciplinar, pode ir do desporto à gestão, do intelecto à força.

Qual é o sabor, o gosto, da vitória?

É mélico, apimentado. É mélico pela paz, pela serenidade, de um objectivo alcançado. É apimentado pela euforia, pela adrenalina, de uma montanha escalada.

Uma vez premiado, para sempre premiado. Basta uma vitória, uma conquista, para nos tornarmos imortais nesse objectivo. Podemos nunca mais granjear metas a que nos propomos, mas aquela já alcançamos, já é nossa. Porém, a vitória é viciante, quem uma vez a conquista não mais se permite afastar-se dela.

Como criamos então um compromisso com a vitória?

Escrevemos num papel o objectivo, o destino, da nossa batalha. Seguidamente, colocamo-lo num sítio visível, num sítio que diariamente nos logre ver, nos imponha lê-lo. Forçosamente estará sempre presente em nós ao que nos propusemos. Existirá um compromisso.

Como aumentar a pressão a esse compromisso? Falá-lo, contá-lo, dizê-lo ao mundo. Aí, aí não decepcionaremos só a nós se não o obtivermos, alienaremos a vergonha à frustração de não o abisparmos. Redobraremos os esforços, aumentaremos a perseverança.

O que te leva a escrever sobre isto?

Leva-me um devaneio, uma ideia escondida, com a qual ainda não consigo criar um compromisso. Um propósito que é só meu e de quem ganhou o direito de o conhecer, alguém importante, alguém que amo. Existe um plano, ainda não é um papel escrito e visível, é só um rascunho, mas existe. Existe agora um pequeno aumento do compromisso, da responsabilidade. Vocês, sejam lá quem vocês forem, já sabem parte da ideia, a mais pequena. Sabem que ela existe!

Sabem o que mais nos afasta da, supracitada, vitória? A falta de compromisso com ela.

Assumam os vossos sonhos, as vossas metas, os vossos objectivos: estarão assim mais perto de os alcançar.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s