Restos mortais das vítimas do 11 de Setembro acabam numa lixeira

Começo por referir que estes restos mortais pertenciam a vítimas, não identificadas, do atentado ao pentágono e do avião que acabaria por se despenhar em Shanksville, na Pensilvânia. Referindo ainda que se encontravam na morgue da Base Aérea de Dover, Delaware. A mesma morgue que em 2009 perdeu partes de dois corpos de soldados norte-americanos, mortos em combate. Finalizando a nota introdutória, o procedimento seguido foi: cremar os restos mortais das vítimas, colocar em recipientes, entregar a uma empresa de eliminação de resíduos biomédicos que após os incinerar os depositou num aterro.

Concordo que restos mortais não identificados podem ser um problema logístico, concordo que se seguiu os passos da reciclagem, mas concordo mais ainda que estamos a falar de PESSOAS! Pessoas que serviram de bandeira aos Estados Unidos para invadirem todos os países, ditos, terroristas, que por obra do acaso também possuíam petróleo, pessoas que todas as entidades estatais e nacionais afirmaram, veementemente e por anos a fio, que não seriam esquecidas. Que seriam lembradas como vítimas de um terrorismo que estava prestes a terminar, pela força americana.

E agora? Agora que os grandes líderes do terrorismo estão a morrer, que os países ricos em petróleo estão controlados, tornam-se apenas restos mortais que merecem ser tratados como lixo? Se este país – não gosto de chamar nação – consegue criar todo o encanto de Hollywood com produções milionárias, consegue auto proclamar-se “país mais importante do mundo”, consegue destruir economicamente outros com agências de rating, não consegue dar um fim mais condigno a pessoas que foram meras vítimas aleatórias de uma das maiores chacinas dos nossos dias?

Se não demoraram 3 meses a criar a zona do ‘Ground Zero’, hoje um enorme memorial, para demonstração de força contra os terroristas, não poderiam ter descoberto melhor forma de homenagear as vítimas e manter á tona uma lembrança devida para os que os aqui ficaram?

Quando no rescaldo dos Óscares delineei um elogio à nova mentalidade americana, eis que dois dias depois eles me encaminham para uma arrasadora desilusão. Os maus hábitos mantêm-se.

Gostava de lembrar a esses senhores que o que hoje são restos mortais um dia foram cidadãos americanos, e do mundo, com família, amigos, relações, histórias de vida e acima de tudo com um futuro destruído por guerras vossas. Guerras de poder!

Se querem definir toda a economia europeia como Lixo Financeiro, assim o façam, não admitimos é que definam pessoas como lixo de aterro!

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s