O Victor que passa a Vítor – Estamos de acordo (ortográfico)

Primeiro dizer-vos que o acordo ortográfico não mexe em nomes próprios. Isto foi só uma estratégia de título para vos trazer à leitura deste texto, até agora de sucesso, diga-se de passagem. De outra forma não estariam a ler esta frase. Segundo dizer que pode mexer em nomes próprios, de livros por exemplo. Imaginem que eu escrevia um livro deste blogue, possivelmente seria intitulado: «Tempestade de Ideias». O que seria um erro perante o novo acordo ortográfico, correcto seria: «Tempestade de ideias». Suprime-se a segunda maiúscula.

Outra situação caricata é que se eu fizesse uma foto-reportagem, para este artigo, prontamente ela seria corrigida pelo, supracitado, acordo. Eu faria sim uma fotorreportagem. Tudo isto em contra-relógio. Peço desculpa, em contrarrelógio. Deixamos a nossa imaculada pronúncia de Coimbra, desprovida de regionalismo, e adoptamos um estilo vocal digno de Bordeaux, de França, onde carregar nos “erres” não é motivo de chacota, é pronúncia. Não deixo é de avisar-vos que se forem anti-ibéricos continuarão a ser e a escrever da mesma forma. Terminando e começando na mesma vogal mantém-se o hífen.

Podemos ainda suprimir da escrita tudo o que não pronunciamos. Antes eu só queria acção, agora prefiro ação. Da mesma forma que não perdia uma oportunidade para fazer uma correcção e agora tenho que me contentar pela correção. No entanto, se eu fosse um faccioso, hoje continuaria a ser um faccioso. Ficava com este rótulo porque ao chamarem-me dessa forma iriam ler os dois “ces”, logo teriam que o escrever de igual forma.

Que dia é hoje? Sexta-Feira, 3 de Fevereiro de 2012. Não, hoje é sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012. Não há cá maiúsculas para dias da semana ou meses. Com tudo isto já nem com uma bússola sei onde fica Norte. Não, com uma bússola, não sabes onde fica norte. Os pontos cardiais também perderam a regalia de uma ‘maiúsculazita’. Mas esperem, eu trabalho perto do Porto, logo eu trabalho no Norte. Não, não me enganei, mantém-se a maiúscula na designação das regiões. Deixo ainda a nota que se desenharem os pontos cardiais, só com as inicias na bússola, também deverão usar maiúscula.

Vocês sabem que não nascemos da cegonha, não sabem? Pois, mas antes nascíamos dos espermatozóides, agora nascemos dos espermatezoides. «Para com isto, Ricardo!!». Quem falou para mim também não falou mal: o “pára” perdeu mesmo o acento. Mas se tivéssemos parado os dois a história era outra, porque ai é parámos. Lá se foram os acentos gráficos.

Sabem o que me custa de tudo isto? Quando se falou em pôr em prática este novo acordo, referiu-se como razão fundamental o aproveitamento da dimensão do mercado brasileiro. Utilizando a língua como porta de entrada, eliminando ao máximo as diferenças ortográficas. Pareceu-me bastante aceitável a justificação. Inclusive fiquei todo entusiasmado a imaginar-me a entrar no café e a dizer: “E aí galera? Tudo legal?”. Infelizmente galera em português continua a ser o atrelado do camião, algo que não é muito simpático de se chamar aos amigos. Já que falei em legal, por pura bisbilhotice, deixem-me dizer-vos que o Graça Moura, recentemente nomeado presidente do CCB, ordenou que em todos os computadores da instituição fossem desinstalados os correctores com o novo acordo. Polémica à vista, o nosso, amoroso, Passos Coelho pensava que ele tinha feito isso só no dele. “Parece gostar de escrever de acordo com a antiga grafia”, dizia, pomposo, o nosso PM. Parece-me, só parece, que vem ai polémica.

Como nota final deixo um aviso: Este artigo foi escrito ao abrigo do anterior e do novo acordo. No fundo, foi escrito como me apeteceu.

Anúncios

4 thoughts on “O Victor que passa a Vítor – Estamos de acordo (ortográfico)

  1. andamos cómicos!, gosto!

    esse acordo vai dar muitas dores de cabeça a muita gente!! a mim em particular espero que não, visto não precisar diariamente da escrita na minha vida (a título profissional, pessoalmente é como dizes, é como me apetece!) polémicas?! a envolver política e particularmente o nosso PM?! não?!

    obrigado por este pequeno momento de sorrisos!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s