Portugal… um reino animal!

Ontem, cerca das 20h30, jantava na, agradável, companhia dos meus progenitores. Como sucede sempre a televisão estava no noticiário. Eis que:

– “Lançamos no site do governo um projecto chamado «O meu movimento». Qualquer cidadão poderá criar o seu movimento e o que tiver mais seguidores irá reunir-se comigo para possível implementação.”

Assim falou, sem mácula ou papas na língua, o nosso primeiro-ministro. Desde hà algum tempo que não ouvia uma ideia/projecto que me parecesse interessante, vindo dos engravatados que nos governam. Logicamente, despertou-me interesse. Peguei no meu computador, liguei o rato ao usb, arrepiei-me a escrever Governo, no Google, mas lá apareceu a página. Sem complicações, era exactamente o que o nosso PM, de nome do reino animal, tinha dito. Então fui ver mais.

– Em que áreas nos podemos ‘movimentar’? – Perguntei-me eu.

– Administração pública, agricultura, assuntos parlamentos, casamento homossexual, clima, comunicações, comunidade portuguesa, criatividade, cultura, defesa nacional, deputados, economia, educação, empreendedorismo, emprego, energia, euro, desporto, famílias, finanças, forças armadas, governo, igualdade, impostos, inovação, justiça, juventude, mar, medidas troika, negócios estrangeiros, obras públicas, polícia/bombeiros, primeiro-ministro, racismo, recibos verdes, televisão, solidariedade, sustentabilidade, transportes, turismo e… o inevitável: outros! – Respondeu-me o site.

Prossegui a minha pesquisa.

– Vamos ao que interessa, os movimentos! – Pensei eu na minha ingenuidade.

Lá me apareceram alguns movimentos: o da Teresa por melhores condições de vida; o movimento da Lu e Ge para o incentivo fiscal á abertura de fábricas; o do rui, insularidade da madeira; Porém, reparei que tinham poucos seguidores – o filtro estava por mais recentes – então eu, todo pimpão, segui para os mais populares. Apareceu-me um top 15. Adianto já que o que conta com mais seguidores tem 5176 seguidores e o segundo 2381. Bem, que abada.

Agora o que me arrebatou. Num país que em todos os cafés se discute política, em todas as casas se insulta o governo, em todos nós existe um sentimento de revolta com a troika e a austeridade, pasmem-se, o movimento que lidera é: Movimento do Sérgio – Abolição das corridas de touros. Um país apinhado de políticos de bancada, de bloguistas de pendor político, de comentadores políticos de ideias brilhantes, de pessoas irritadas com as finanças e economia, é um movimento contra as corridas de touros que o povo, o zé povinho, quer que vá ser debatido ao PM.

Não cai da cadeira e decidi continuar a ver o top 15. Pronto, cai da cadeira! Neste top 15, dez, vou repetir mais alto: DEEEZZZZZ movimentos são pelos animais!!! Mais um que defende a abolição das touradas, outro que, bem ao estilo dos paradoxos portugueses, defende as touradas. Outros para o estado reconhecer os animais, outros para o estado combater o abandono animal.

Em que país vivemos? Eu preocupo-me com os animais, mas isso não é um dever do estado, é de cada um. Quanto às touradas, admito que é um tema polémico, mas quando a economia mundial está prestes a rebentar, quando nos tratam como lixo financeiro, nos tiram subsídios de férias, nos eliminam feriados e diminuem férias… são as touradas que interessam?

– Em que país vivemos? – Não parei de me questionar.

Até que:

– Se quem nos governa é um coelho, se o que nos interessa são os touros. Só podemos viver num reino animal! –  Não quis alongar-me em mais animais, poderia ir aos burros e ferir susceptibilidades.

Perdoem-me este desabafo. Nunca fui de me alongar em questões políticas pela minha, confessa, falta de apetências, mas apetece-me perguntar onde andam as pessoas que me enchem o feed de notícias do facebook com revindicações, onde estão os trabalhadores que fazem greve por mais direitos, onde estão os políticos de bancada, de ideias admiráveis, que enchem todos os cafés, ou praças centrais, todos os bloguistas que criticam política e soltam ideias de livros. Onde estão?!

Senti-me ridicularizado pelo meu povo. Somos governados por incompetentes, mas fazemos questão de vincar a nossa maior incompetência. Touradas?! Obrigar o estado a tomar conta dos animais que nós, estupidamente, abandonamos?! Isso é o que interessa nesta fase?! É disto que queremos falar quando pela primeira vez podemos levar uma medida a debate?!

Para terminar, um dos cinco movimentos que sobrava era sobre a legalização do Cannabis.

Porventura, explica muita coisa.

Anúncios

6 thoughts on “Portugal… um reino animal!

  1. Estou incrédulo ! Queres saber uma?! Sinceramente a cada dia que passa, vejo menos o telejornal! Prefiro ver outros canais! E o teu blog tem uma cena fixe…vou ficando a par das “nossas” noticias e de uma forma mais realista! 🙂

  2. não se podia esperar mais de quem tem na capa um cigarro num cinzeiro… Caiu da cadeira? é porque estava sentado e deve ser do tipo espectador de bancada e maldizente. Não faz nada de notório e dá-se ao luxo de denegrir o que os outros fazem. Mexa-se e use a massa cinzenta!

    • Boa noite Sra Eunice,

      Antes de mais permita-me agradecer o seu comentário. Como por diversas vezes referi neste blogue, que acredito não acompanhe, eu não sou dono da verdade, limito-me a dar a minha opinião, logo sujeita a erros e opiniões opostas. Dessa forma, o seu comentário parece-me bastante enriquecedor para este mesmo espaço. Por isso repito um sincero obrigado.

      Quanto à tentativa de associação a algo que faz com o cigarro, não me parece feliz porque não a concretiza em nada… levanta a questão, mas a crítica implícita é a um vício meu que em nada influencia a minha concepção de opiniões ou redação das mesmas. Adiante. Alias, permita-me já uma nota, se a minha massa cinzenta fosse assim tão inútil não teria merecido a sua atenção.

      Tomo a liberdade de colar uma passagem:

      “Perdoem-me este desabafo. Nunca fui de me alongar em questões políticas pela minha, confessa, falta de apetências, mas apetece-me perguntar onde andam as pessoas que me enchem o feed de notícias do facebook com revindicações, onde estão os trabalhadores que fazem greve por mais direitos, onde estão os políticos de bancada, de ideias admiráveis, que enchem todos os cafés, ou praças centrais, todos os bloguistas que criticam política e soltam ideias de livros. Onde estão?!”

      Desde logo deixo bem clara a minha incompetência para assuntos políticos, não por não ter opinião, porque a tenho, apenas porque não disponho de ferramentas/valências que me permitam conceber a aplicabilidade delas. De seguida, se ler com atenção, a questão que levanto é que em momento algum as pessoas publicam nos seus espaços de opinião assuntos relacionados com os animais, mas sim criticas severas a tudo o que são políticas, por isso me parece legitimo questionar onde estão essas pessoas. Os defensores dos animais, que é uma luta que valorizo (não duvide disso porque não me conhece), mexeram-se. Os que por diversas vezes dão opiniões politicas, aparentemente fundamentadas ( o que não é o meu caso) mantiveram-se no seu lugar de bancada.

      Assim, a crítica que eu fazia neste texto, era exatamente a crítica que a Sra. Eunice faz a mim.

      Poderá pensar que em algum momento uso da ironia quando agradeço a sua opinião, mas acredite que não o faço, estou a usar da minha máxima sinceridade. Apraz-me ainda elogiar a forma como leu, se revoltou e falou… poderia simplesmente ter lido e ignorado, ou insultar-me a uma distância que eu nunca ouviria. Obrigado.

      Só não lhe faço a vénia à referida insinuação do cigarro, por me ter parecido descabida, mas acredito que tenha vindo de uma necessidade de ofender, que fez uso também para me chamar burro, que eu próprio tive no decorrer do texto, logo não a poderei criticar.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s