Portugueses – de agora e de antes!

Todos nascemos portugueses, todos ambicionamos algo melhor, todos vivemos na mesma época de formas diferentes, ou em épocas diferentes de forma diferente e todos nós somos um só. A anterior frase de uma forma quase abstracta serve para enquadrar o tema de hoje que não é mais que a continuação do de ontem.

O fenómeno da emigração em Portugal está há muito enraizado. Quem não se lembra nas décadas de 70 e 80, não esquecendo alguns ainda na de 60, a saírem sem nada, na perspectiva de juntar dinheiro para um dia regressarem? Alguns voltaram, outros nem tanto. A descendência portuguesa foi assim se espalhando por todo o Mundo, com as duplas nacionalidades. Sou filho de uma mãe de nacionalidade portuguesa e venezuelana e filho de um pai que viveu alguns anos no Brasil. Todos eles tinham em comum o sonho de uma vida melhor e as dificuldades que viviam no nosso país. Se tivéssemos que descreve-los seriam na sua maioria jovens e adultos, sem formação superior, com a ambição de um dia poderem voltar com a sua vida estável. Como antes disso, uns voltaram, outros não, mas ficaram marcas. Quem já não viu as grandes casas com as duas bandeiras cruzadas e normalmente fechadas durante 11 meses? Isto descreve muito do objectivo destas pessoas, passava por ganhar o seu conforto, poder construir algo deles, algo material.

Hoje em dia regressou esse fenómeno da emigração, porém varia a descrição de quem parte. São jovens com formação superior e quem saem em busca de dinheiro, a parte comum, mas também de reconhecimento. O enriquecimento que procuram é muito mais profissional que monetário. Passa muito mais por trabalharem na área que um dia estudaram, receberem o mérito do que foi o investimento por eles feito. Isto cria uma diferença muito vincada na forma como lidam com este fenómeno. Os que antes partiram sentiam-se realizados por terem descoberto outro Mundo, habituavam-se a estar fora e perdiam o desejo de voltar. Hoje partem tristes por não poderem fazer o que ambicionam no nosso país, partem com o desejo de voltar e construir algo deles. Agora não uma grande casa, mas um consultório, uma clinica, uma empresa ou simplesmente postos de trabalho para outros, que serão o seu reconhecimento.

Somos todos portugueses, mas vivemos épocas diferentes, temos educações e ambições diferentes. Assim, não acho justo se generalizar ou comparar os que antes foram com os que agora vão. Em comum mantemos a forma dedicada com que trabalhamos, que faz com que lá fora, formados ou não, se vejam os portugueses como trabalhadores.

Somos um povo nobre, humilde e trabalhador. Não sabemos é que o somos!!

Anúncios

5 thoughts on “Portugueses – de agora e de antes!

  1. Mano, estou a ver que estamos virados para “lá fora”…

    Nem de propósito… Ainda ontem estive a ter esta conversa com um amigo (já de sua idade), e ele com a sua vasta experiência de vida lá me disse:
    “Sabes Ricardo, as pessoas antigamente saiam para fora e tinham 11 meses de escravo e 1 mês de Rei, mas dava para fazer duas vidas!!” Ou seja, trabalhava-se “sol a sol”, tinha-se uma vida estável e, podemos dizer boa, e ainda era possível enviar dinheiro para portugal!

    Agora não…
    esse fenómeno não creio que seja possível (isto alinhando pelos trabalhos mais duros…). Um emigrante trabalha, vive moderadamente estável, e tem que poupar. Ganha-se mais, mas também se gasta mais…
    Ou seja, quem sai do país tem q se comprometer a 100% se quer vingar! (não creio que a saída do país seja um facilitismo…)
    Primeiro de tudo, o sacrifício (para muitos) de deixar famílias…

    E uma vez mais fechas com uma bela frase..

    (os posts muito grandes quebram me a concentração admito ehehehe)

    Abraço

  2. De maneira alguma considero ir lá para fora facilitismo. Considero sim a decisão facilitada pela consciência de que será mais reconhecido o seu trabalho. Seja a nível monetário, o maior motor de partida, ou a nível de reconhecimento da qualidade do mesmo.

    Grande abraço

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s